- V - | The Terror Personal Games

Diga um pouco sobre você, e conheça os outros integrantes do fórum! Clique aqui e apresente-se!
Vamos trocar idéias, debater, faça-se ouvido! Clique aqui para entrar!
Quer jogar e não sabe como? Procura vaga para algum jogo? Entre aqui e deixe seu recado!

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Tivadar Haugen - O Cruzado

Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 3]

26 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Qua Mar 30, 2011 1:36 pm

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
Enquanto Tivadar cortava a caça e fazia os preparativos para assá-la. Frei Domenico aguardava e cozinhava as batatas a jovem retornar do quarto onde fazia reparos em suas vestes. Subitamente ele é surpreendido com uma pergunta feita pela jovem.

- Frei Domenico, o que faz tão longe da Universidade de Paris? - pergunta a jovem ainda do quarto.

Surpreso o velho frei responde.

- Estou numa missão de conversão minha jovem, devo ajudar Lord Mac'Alister na viagem das cruzadas. - Frei Domenico, tanto quanto surpreso estava calculando seus passos, se essa jovem sabe quem ele é. E demonstrou ter reparado algo, então ele deveria saber até onde ela sabia.

A jovem retorna no quarto com suas roupas reparadas, e então o velho Frei a reconhece. Era a servente do café onde todos da universidade se encontravam, seu nome era Rosalia.

- Minha jovem, não está longe demais de seu trabalho? O que faz por aqui Rosália?

A pergunta do frei deixa Rosália perplexa, ele a reconhecera.

- Eu iria me casar com o filho de um comerciante do Porto de São João D'Arce. O conheci em Paris, ele era um dos estudantes da universidade. Mas como eu disse ele foi morto. Então agora não tenho mais para onde ir. Como o senhor também seguirá para lá. Será que posso me juntar a sua comitiva?

Neste momento o aroma da carne assando invade a casa anunciando que em breve estaria pronta. Rosália repara que o velho frei não entendia de culinária e então verifica as batatas que estavam prontas e as põe a mesa.

Neste momento Tivadar entra na casa com o Pernil assado.

- Lord Mac'Alister, esta é Rosália. Confesso que não a reconheci num primeiro momento. Mas está é uma jovem que conheci nos tempos em que ministrava o curso de filosofia na Universidade de Paris. - Diz o frade para a jovem.

- Ora Frei Domenico, não precisa me apresentar ao Lord Mac'Alister. Já nos conhecemos. Como está a perna? Vejo que o ferimento já está curado. Uma vez que não mancas mais! - Diz surpreendendo a todos a jovem.

A informação dada pela jovem pega os dois homens de surpresa. O que demonstrava que ela já sabia que o Tivadar não era o nobre por quem se passava.


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

27 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Sex Abr 08, 2011 4:15 pm

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
Tivadar está espantado e não sabe como reagir à observação de Rosália. Se vira para a mesa e se põe a cortar alguns pedaços do grande pernil.
- Não há mais traços do ferimento, a melhora foi acima do esperado. - diz ele tentando não parecer totalmente falso.

A jovem olha para o homem e se vira para o frei. E diz:
- Estranho... o ferimento foi a alguns anos... e só agora ficou totalmente curado?

Ela olha para o frei e seu tom de voz parece sério quando prossegue:
- Está claro Frei que algo está acontecendo. Este homem tentou me ter a força a alguns meses. Colocou homens para me sequestrarem. Acha que não o conheceria sob qualquer disfarce?

- Vamos comer antes que a carne esfrie e endureça. E a senhorita, que diz me conhecer tanto, porque não me conta um pouco sobre a minha vida? - retruca Tivadar

- Não tão rápido senhor. Primeiro quero entender o que se passa aqui. Onde está o verdadeiro Mac'Alister!

O Frei, pega um pedaço de carne e põe em seu prato e diz secamente:
- Morto... Foi assassinado a um pouco mais de seis meses.

A jovem cai sentada na cadeira com o olhar de quem perdeu o chão e o sentido da vida.

- Você parece ter ficado frustrada com a morte do homem que você parecia odiar. - Diz tivadar

Ao ouvir as palavras de Tivadar a jovem ainda chocada. Começa a verter lágrimas enquanto sussura:

- Eu não consegui... me perdoem... não consegui....

O frei começa a comer um pedaço de carne. Olha para a jovem e como ignora os lamentos por ela proferido diz:
- Rosália, pelo visto buscava vingança. Mas o homem por quem nutria ódio e dedicava sua vida está morto. Então meu bom amigo. O que achas que podemos fazer pela jovem?

- Frei, eu não tenho muito, divido tudo que tenho com quem precisa e o senhor sabe disso. O senhor me educou e me ensinou, farei o mesmo quando tiver o muito que o Lord tinha. Essa jovem não merece ter passado pelo que passou e acredito que devamos tentar recompensá-la por isso. - responde Tivadar.

Rosália levanta a cabeça olhando para Tivadar. Seus olhos brilham devido às lágrimas que caem.
- Como podem existir homens tão parecidos e tão diferentes na forma de agir e pensar.

- Rosália, eu não conheci o verdadeiro Lord. E pretendo fazer, com a ajuda do Frei, algo que não é nada fácil. Você pode nos ajudar muito me ensinando sobre essa pessoa que você odiou durante tanto tempo.

Domenico olha para a jovem. e fala num tom paternal
- Minha filha, sei que deves ter tido sua vida destruída por aquele homem. Mas o Senhor nos enviou uma forma de fazer com que os pecados por ele cometidos. Sejam redimidos.

A jovem olha para o frei. e diz:
- Senhor o que me pedes é impossível! Não posso perdoar aquele homem!

- Minha jovem - diz frei Domenico - podemos fazer pelos menos necessitados algo que nunca fizeram. Poderemos nós três, fazermos o bem para todos aqueles a quem Willian Mac'Alister prejudicou.

- Mas... - os olhos de Rosália fogem do velho frei buscando salvação nos de Tivadar.

- Rosália, não posso te prometer muito, mas você precisa entender que eu não sou o homem que tentou te violentar, ou fazer as coisas que você diz ter feito. Peço que nos dê esse voto de confiança, e será tratada como uma dama merece ser tratada. - diz Tivadar tentando acalentar o coração perturbado da jovem.

Frei Domenico se levanta apressadamente da cadeira e sai corredo para fora da casa. Enquanto Tivadar o observa sem entender direito o que acontecera.

- Mas qual o que vocês planejam realmente fazer? - pergunta Rosália, não deixando de escapar um leve sorriso com a situação do velho frei glutão.

Tivadar sente-se um pouco embaraçado com a situação, mas responde com calma o que a jovem havia perguntado.
- Eu e o Frei planejamos ocupar o lugar do Lord Mac'Alister, já que o Frei me educou e me ensinou como agir em algumas situações. Ele diz que eu sou muito parecido com esse lord, então, podemos mudar um pouco a alta casta por dentro. Tomando atitudes que beneficiem o povo, em vez de tomar dele o que ele já não tem.

- Realmente olhando para você, vocês se parecem bastante. Sutis são as diferenças físicas. Mas os trejeitos são diferentes. Willian mancava levemente da perna esquerda, e tinha o hábito de sempre ajeitar o cabelo que mantinha na altura dos ombros.

A jovem faz uma pausa e bebe um pouco de cerveja, e prosegue falando:
- Outra peculiaridade de William era seu olhar. Sempre estava analisando o ambiente e as pessoas. Ele sempre estava alerta. Devia ser por ter vários inimigos.

- Entendo, esse tipo de coisa é o que nós precisamos que você nos conte. Preciso ser perfeito frente aos outros lordes. Eles não podem desconfiar que eu não sou Mac'Alister, ou estarei morto. - diz Tivadar.

- Diria que se já estivesse perfeito estaria já morto. Pois foi com esse intuito que vim até aqui. mas tudo bem irei ajudá-lo mas vou querer ser muito bem recompensada por isso. - conclui Rosalia e com um olhar mailicioso continua - Digamos que ser uma nobre, seria um bom pagamento. Porém seria apenas de fachada, jamais iria me tocar.

- Jamais faria algo contra sua vontade Rosália. Eu não sou o homem que você vê. Muito menos o homem que você conhece.- Tivadar olha para fora e diz tentando desviar o assunto- Onde está esse Frei? A comida dele vai esfriar.

Neste momento em que se silenciam os gemidos do Frei podem ser escutados.
- Por Deus! Denovo não!!!!!! AHHHHHH!

- Como se chama realmente Sir Willian? Quer que eu confie em você mas nem se apresentou.

- Meu nome é Tivadar. Sou minerador e armeiro. Nascido e criado nesta cabana onde estamos. Orgulhoso filho de Ernö Haugen. - diz tivadar enquanto faz uma reverência a uma lady ao ser apresentado.

Rosália, sorri gentilmente ao seu novo amigo e faz um gesto com a cabeça respndendo a reverência de Tivadar.

Enquanto isso no reservado...

- Deus!!!!!!!! Eu prometo que vou deixar o pecado da gula!!!!!!!!!! Denovo não!!!!!!!!!!!!!


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

28 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Seg Abr 11, 2011 2:33 pm

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
1217 - Acampamento em Valáquia (Sul da Romênia)

- Lord Mac'Alister! Lord Mac'Alister! Lord Mac'Alister! - entra gritando um jovem cavalariço a tenda do nobre. - Sir Austenberg o chama para a reunião dos Lordes.

Tivadar estava sozinho neste momento, Rosalia e Frei Domenico, que viajavam com a caravana, estavam ocupados com seus afazeres. Ele pensava em como desejava partir na cruzada. Nos últimos meses ele e Rosália se aproximavam, tinham uma relação bem melhor do que ele poderia imaginar. A duas semanas haviam celebrado o casamento, como parte do acordo que fizeram. Frei Domenico realizara a cerimônia.

A desculpa para uma cerimônia rápida e sem os requintes da nobreza foi a proximidade da cruzada. Os Lords Austenberg e Phillip de Marselha foram as testemunhas da cerimônia. Ambos integrantes da comitiva.

Já estavam na Valáquia a três dias este foi o ponto de encontro para as tropas dos três nobres. Eles tinham ordens de seguir para Acre e lá se juntarem às tropas na guarda do porto. E caso fosse necessário iriam para o monte Tambor no Egito como tropa de apoio.

Muitos de seus homens começavam a vê-lo como um verdadeiro líder, muitos ainda estranhavam sua mudança de atitude. Outros tantos acreditavam que o casamento o fizera mudar. O fato é que todos o seguiam, seja pela admiração conquistada como pelo medo da fúria antiga caísse sobre eles.


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

29 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Ter Abr 12, 2011 4:07 pm

Giovanni

avatar
Admin
Admin
Qual é a urgência desses gritos meu jovem? Acalme-se, se tivéssemos que partir imediatamente saberíamos sem uma reunião. - Diz Tivadar acalmando o garoto.

Ao deixar sua cabana, Tivadar avisa aos guardas da porta que comuniquem que ele estará reunido com os nobres caso necessário e parte sem mais delongas para a cabana de Sir Austenberg.


_________________
[]'s
Giovanni
http://darkages.umforum.net

30 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Ter Abr 12, 2011 4:29 pm

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
Tivadar segue a passos seguros até a cabana onde os lordes iriam ter sua reunião. Chegando lá, percebe que Austenberg e Phillip de Marselha já estavam a sua espera.

- Lord William, chegaste em boa hora! Gostaríamos que nos ajudasse com a decisão de como partiremos para Acre. Estamos com uma dúvida, seguimos para o Sul em direção a Atenas e de lá partiremos de barco direto para Acre, se vamos por Istambul com nossas tropas e seguimos pelo território inimigo. Ou numa terceira opção vamos para Atenas atravessamos para o norte do Egito e nos juntamos aos outros e ignoramos nossas ordens de seguir para Acre? - diz o mais velho dos dois, Lord Austenberg, enquanto Phillip observa reflexivo aguardando a resposta do amigo.

"Austenberg tinha maior idade e estatus com o Papa mas a popularidade de Willian Mac'Alister nesta viagem deveria ser levada em conta"- pensava Phillip. Por isso ele havia forçado Austenberg a ouvir Willian antes de tomar sua decisão.


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

31 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Qui Abr 14, 2011 7:27 am

Giovanni

avatar
Admin
Admin
Tivadar parece pensativo por um tempo. Analisa as três possíveis opções calmamente e fala num tom cordial:

"Devemos dominar o Egito antes. Jerusalém é controlada pelos egípcios. Nossa melhor opção é dominar os dominadores. Poderemos, assim, subjulgar nossos inimigos com apenas um ataque. Eles não terão escolha."

E então Tivadar se cala, aguardando a resposta de seus companheiros de côrte.


_________________
[]'s
Giovanni
http://darkages.umforum.net

32 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Qui Abr 14, 2011 9:46 am

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
Phillip olha surpreso para o amigo e diz:
- William você acha correto irmos contra as nossas ordens? Devemos ir para Acre e nos basearmos para sermos o apoio. Caso sigamos poderemos ser punidos.

Austenberg olha com reprovação para Phillip e diz:
- Phillip, vejo que você não é um homem com o brio de William, não é um guerreiro. William pensa como nossos homens ele é um homem forjado na batalha. Sem contar que você mesmo me informou que ele é um líder para as tropas, até mesmo para as nossas ele é visto como um verdadeiro líder. Então ele sabe o que estes homens desejam com isso os manteremos felizes. E homens felizes diminui a possibilidade de que nos abandonem ou que se insurjam contra nós.

Phillip balança a cabeça em sinal negativo enquanto suspira, e por fim diz:
- Se vocês desejam partir e lutar no Egito, sigam em frente. Minhas tropas e eu não seguiremos com vocês. Iremos até Atenas e seguiremos para Acre de navio pelo Mediterrâneo. Aportando diretamente em Acre. William caso julgues mais seguro, sugiro que permita-me escoltar sua esposa e sua comitiva pessoal com minha tropa.

[off] Gio favor distribuir seus pontos de bônus na ficha e fazer uma rolagem de Wits + Investigation - após essa rolagem eu continuarei o post [/off]


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

33 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Sex Abr 15, 2011 8:10 am

Giovanni

avatar
Admin
Admin
Giovanni efetuou 4 lançamento(s) de dados d10 (Imagem não informada.) :
10 , 2 , 1 , 5


_________________
[]'s
Giovanni
http://darkages.umforum.net

34 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Sex Abr 15, 2011 8:18 am

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
Tivadar sente que havia uma certa malícia nas palavras de Phillip. Ele pressentia que haviam interesses escondidos no pedido de seu amigo em conduzir sua esposa e comitiva separando-os na viagem.


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

35 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Sex Abr 15, 2011 8:46 am

Giovanni

avatar
Admin
Admin
"Phillip, aprecio sua preocupação com a *Tivadar ergue o tom de voz* minha *volta o tom de voz ao normal* esposa." As expressões faciais de Tivadar tentam esconder a ponta de Ira que sentia pela ironia na voz de Sir Phillip. Os pensamentos ecoavam sob sua mente como trovões, mas ele tenta manter a consciencia e o raciocínio afiados.

"Na minha opinião devemos nos mover o quanto antes. Quando os senhores julgam prudente partir?"


_________________
[]'s
Giovanni
http://darkages.umforum.net

36 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Sex Abr 15, 2011 10:06 am

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
Austenberg que também havia reparado nas intenções de Phillip. Intervém antes que a discussão possa tomar outras dimensões.

- Meus caros amigos. Acho que Phillip - diz olhando para ele. - pensa no bem estar da ESPOSA DE WILLIAN. Pois no caso de seguirmos para o Egito iríamos ter mais combates e o risco a sua vida. Por outro lado, William vê como os nossos homens estão desejosos do combate. Mas a segurança de Lady Rosália e das nossas comitivas pessoais também me parece ser um ponto chave. Por tanto acho e espero que me apóie William de deveríamos seguir por Constantinopla, depois atravessaríamos pelo deserto, seguindo o mesmo caminho feito pela cruzada dos Reis até Antilóquia. Onde ficaríamos alguns dias para enfim partirmos para o Porto Acre.


em vermelho no mapa.


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

37 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Sex Abr 15, 2011 10:18 am

Giovanni

avatar
Admin
Admin
Austenberg, dei apenas uma sujestão sobre o Egito. Claramente os homens estão ansiosos por combate, mas é questão de lógica saber que, mesmo assim, eles prezam por suas vidas. Tenho certeza de que entenderão e acatarão qualquer decisão que tomarmos aqui hoje, desde que não recuemos todo o caminho de volta. *Tivadar falava em um tom de brincadeira, com um leve ar de ironia*

Tem meu apoio Sir Austenberg, sua sabedoria e experiência são claramente maiores que as minhas. Faremos como julgar melhor. - Diz Tivadar em um tom mais sério.


_________________
[]'s
Giovanni
http://darkages.umforum.net

38 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Sex Abr 15, 2011 10:36 am

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
Phillip se resumia a ouvir o que os dois homens decidiam, ele sabia que ali era o mais fraco, tanto em prestígio quanto em número de tropas e na idade. Sem contar que seus hábitos franceses traziam um leve desconforto em contraste com os hábitos dos outros dois homens, um galês e um austríaco.

Guilherme Austenberg, o mais velho dos três homens ali. Conseguira o que buscava... o apoio de William. Ele sabia que muitos não acreditavam mais na sua habilidade como líder, seus métodos considerados antiquados ainda sobreviventes da 3ª Cruzada, a cruzada dos Reis. Da qual participara acompanhando as tropas ainda como um soldado. Naquele ano ele tinha 25. Agora com 53, realmente estava mais difícil, como a vida não lhe sorriu com filhos sua linhagem estava terminando. Ele buscava em William um forte aliado e quem sabe uma pessoa que pudesse o suceder.

Ele temia William antes de conhecê-lo pois sua fama era de um homem obcecado pelo poder, mas com o transcorrer da viagem viu no jovem a força de caráter dos grandes líderes daquela primeira viagem que fizera à terra prometida.

- Phillip, William, preparem seus homens. Iremos partir no amanhecer do próximo dia. Seguiremos para Constantinopla.

Tivadar segue até seus oficiais e passa a ordem para que todos se preparem, pois iniciarão a viagem no próximo amanhecer. No final do dia, recolhido em sua barraca, com sua esposa. Recebe a visita de Frei Domenico e um de seus oficiais, Gregory.

Gregory não fazia parte de seu exército, mas durante a viagem até o ponto de encontro, ele se juntou as tropas. Numa noite de poucas estrelas o encontraram em combate contra dois ladrões na estrada assim que entraram na transilvânia. Gregory portava a túnica dos Cavaleiros Teutônicos. E combatia com potência e velocidade.

Tivadar que se aproximava reparou que um terceiro homem iria atacar Gregory pelas costas e então munido de seu arco, Tivadar, acertou-lhe uma flecha certeira no peito que levantou o homem do chão.

Vendo isso os dois homens que lutavam contra o Cavaleiro se puseram a fugir amedrontados.

Gregory, então agradeceu a ajuda de Tivadar, que o convidara a fazer parte de suas tropas. Gregory aceitou sem nenhuma exigência.

Durante a viagem Gregory sempre se demonstrava um exímio conhecedor do terreno, e sempre aconselhava Tivadar a escolher as melhores e mais seguras rotas. Durante os dias Gregory se misturava com os homens e quase nunca era encontrado, mas nas noites estava sempre nos grupamentos de ronda, as vezes até cobrindo os companheiros de tropa quando estes estavam muito cansados.

Durante a viagem, Domenico e Gregory se tornaram amigos e era fácil encontrá-los juntos quando Gregory estava em períodos entre rondas. Os dois sempre começavam debates religiosos, políticos, filosóficos. Gregory demonstrava ser um homem muito culto, além de um hábil cavaleiro.

Os homens que faziam parte de seu grupo o viam como um líder de divisão, por esse motivo intercederam a Tivadar/William para que de fato fosse promovido a um dos oficiais. Domenico também intercedera junto a Tivadar que atendera ao pedido do amigo.

- Lorde Mac'Alister. Desculpe-me por essa audiência não marcada com o milorde. Mas passei o dia pensando nas ordens de preparar os homens para marcha a Constantinopla. E como estamos nos dirigindo para lá, gostaria de chagando a cidade que o milord me permitisse que tirasse dois dias de folga. A marcha será dura, e vossos homens precisarão deste tempo para descansar. Nesta folga poderei entrar em contato com minha família. Tenho primos nesta cidade e gostaria de poder revê-los. Claro se não prejudicar seus planos milord. - diz Gregory.


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

39 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Qua Abr 27, 2011 8:23 am

Giovanni

avatar
Admin
Admin
"Gregory, não vejo problemas em liberá-lo por um ou dois dias, contanto que tenha em mente que poderá ser chamado antecipadamente caso alguma decisão importante seja tomada. Mande lembranças minhas aos seus parentes e não se esqueça de levar algum presente." Diz Tivadar num tom amigável.

A partida para a iminente batalha afetara Tivadar de certa forma, ele estava ansioso para experimentar essa nova experiência, se ver em meio à uma guerra.


_________________
[]'s
Giovanni
http://darkages.umforum.net

40 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Qua Abr 27, 2011 9:21 am

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
Na manhã seguinte, as tropas dos três homens começam a sua marcha para Constantinopla. Conforme os planos arquitetados pelos três nobres.

Após um dia inteiro de caminhada, as tropas chegam aos limites de Kronstadt*, onde três cavaleiros teutônicos montados vêem ao encontro da comitiva.

- Sejam bem vindos, na hora de Nosso Senhor! - diz o cavaleiro que vem a frente entre os outros dois.

- Que Ele seja para sempre louvado! - Responde Sir Gregory.

- Poderiam se apresentar senhores? - fala o mesmo homem.

- Este é o cavaleiro de Nosso Senhor Phillip de Marselha primo do Rei da França, este é Lord Willian Mac'Alister filho do Duque da Gália, e eu sou Sir Guilherme de Austenberg, Barão de Austenberg, Cavaleiro da Ordem de Cavalatra. Gostaríamos de poder pernoitar dentro de vossas muralhas.

O homem olha para os três nobres, olha para seus companheiros e faz um gesto com a cabeça para um deles, que retorna para a cidade aceleradamente. Volta-se novamente para os três e diz.

- Graças a Nosso Senhor! Pensávamos que Lord Mac'Alister estivesse morto! Pois ele deveria estar aqui a dois meses para a sua ordenação em nossas fileiras. Mas claro senhor que terão guarita não somente para o pernoite, como peço que fiquem por mais três dias para que possamos por tudo em ordem para a ordenação de Lord Mac'Alister. - diz o cavaleiro.

Phillip se antecipa a Guilherme e fala:
- Há uma explicação para o atraso de William meu bom homem. Lord Mac'Alister enfim encontrou sua cara-metade. Ele conseguiu o que sempre desejou. Casou-se com a jovem Rosália, por quem durante muito tempo procurara.

As palavras de Phillip surpreenderam Tivadar, que antes de poder falar qualquer coisa é silenciado pelo cavaleiro.

- Então Sir Willian, és um homem muito afortunado, pois o que ouvíamos era que a jovem em questão o odiava e nunca o aceitaria. Vejo que soubeste dobrar a teimosia da jovem!

- Não só soube como ela demonstra não só respeito pelo seu marido como devota a ele todo o seu amor e carinho. - diz Guilherme olhando para Tivadar. - Ela nos acompanha com a comitiva. Existiria algum problema da comitiva pessoal de Lord Willian também se alojar dentro das muralhas?

- Claro que não Milord. Suas comitivas pessoais também serão bem recebidas em nossa humilde fortificação. Vamos até eles iremos os escoltar até a cidade. - responde o cavaleiro.

Ao fundo é ouvido sons de um pequeno grupamento de cavaleiros se aproximando vindos dos portões da cidade.

- Nossa escolta já está chegando. Vamos buscar a comitiva particular. - conclui o cavaleiro.

---------------------
* Atual Brasov


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

41 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Qua Maio 04, 2011 9:48 am

Giovanni

avatar
Admin
Admin
"Ficarei o quanto necessário. É uma honra adentrar as fileiras de tão importante ordem." - diz Tivadar em um tom respeitoso, sem tirar-lhe o valor próprio.

"Sigamos, então, até as comitivas. Gregory, avise aos homens que descansaremos aqui por no mínimo três dias. Te aguardamos dentro das muralhas." - Tivadar se volta, então, para a guarda. - "Podemos seguir, companheiros."


_________________
[]'s
Giovanni
http://darkages.umforum.net

42 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Qui Maio 05, 2011 2:38 pm

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
Os três nobres seguem para o forte sob escolta de alguns cavaleiros teutônicos.

Brasov é uma típica cidade romena. Possui seu vilarejo com uma igreja na praça central, um pouco mais afastado existe um grande castelo que é utilizado como sede local dos cavaleiros teutônicos, os quais foram os fundadores da cidade.

Enquanto os servos arrumavam os pertences de seus amos com o auxílio dos servos locais, sendo supervisionados por servos de confiança dos nobres, ou no caso de Tivadar por Rosália e pelo Frei Domenico. Phillip e Guilherme foram alojados numa casa em anexo ao forte, que servia para abrigar convidados. Tivadar, Rosalia (e suas acompanhantes) e Domenico foram alojados dentro do forte, uma vez que Tivadar seria ordenado como membro da ordem dos Cavaleiros Teutônicos.

Tivadar descançava confortavelmente sentado numa cadeira acolchoada no salão de leitura quando entra na sala um homem, com idade aparente de 22 anos com a barba muito bem feita, trajando um saio na cor carmim, com pelote de canvas largas aveludado negro, com uma capa vermelha e coifa de seda negra. Usava ainda um pesado colar de ouro no formato de corrente, por baixo da capa.

Ele olha para Tivadar, faz uma rápida reverência com a cabeça. Logo a seguir entra um homem vestido ainda com a armadura de cavaleiro, dizendo com a voz trôpega:

- Mas Majestade. Sua Eminência não irá gostar de saber que Vossa Majestade, não deseja seguir os planos do Santo Padre. E aguardar na capital para a sua nomeação como novo Papa. Agora que Honório III falecera.

- Marcus... - o jovem olha para o cavaleiro com olhar de censura. - Parece que sua boca continua a matraquear demais! Como é que ainda o aturo como um de meus conselheiros? Não vê que o salão está ocupado pelo Lord? - ele olha para Tivadar como quem diz "quem é mesmo você?"


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

43 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Qua Jun 08, 2011 2:31 pm

Giovanni

avatar
Admin
Admin
"Mac'Alister, William Mac'Alister." - Diz Tivadar, se levantando.

"É uma honra encontrá-lo senhor." - Diz ele em tom cordial, olhando o imperador nos olhos.


_________________
[]'s
Giovanni
http://darkages.umforum.net

44 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Qua Jun 08, 2011 3:05 pm

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
- Lord Mac'Alister... - repete o nome reflexivo o imperador. Vejo que és um homem de fibra. Ou o que dizer de um homem, mesmo nobre, que não seja um rei ou imperador que olhe nos olhos de um imperador. - complementa.

Ele se vira para o conselheiro e diz:
- São este tipo de homens que valem estar ao lado num campo de batalha. Não se importam com títulos nem com a reputação do inimigo, mas pensam que são dois homens filhos de Nosso Senhor.

Novamente ele se vira para Tivadar e diz:
- Willian, não me esquecerei de ti. Suponho que quanto eu necessitar de seus serviços poderei contar contigo. Por hora devo ter uma reunião com meu conselheiro se não for um incômodo me emprestar esta sala.


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

45 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Qua Jun 08, 2011 3:14 pm

Giovanni

avatar
Admin
Admin
"Seria uma honra lutar ao seu lado senhor." - Diz Tivadar, reverenciando e saindo da sala.

Enquanto saía pensava profundamente de onde vinha o poder que emanava daquele jovem homem. Em meio aos pensamentos, Tivadar resolve por ir ver como estavam instalados Rosalia e o Frei Domenico.


_________________
[]'s
Giovanni
http://darkages.umforum.net

46 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Qua Jun 08, 2011 4:27 pm

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
Tivadar percorre os corredores do forte buscando pelos seus companheiros e só encontra sua linda Rosália, no quarto que fora arrumado para os dois, porém ao questioná-la sobre o amigo frei recebe como resposta que o frei havia saído com Gregory e ainda não havia retornado.

Rosália aproveitando da oportunidade que surge se insinua para seu amado Tivadar que como um homem apaixonado que é pela companheira desfruta de seus encantos pelo resto da tarde, até a hora da ceia.

Durante a ceia, Tivadar e Rosália são acomodados próximos ao Imperador Frederico II. Após o banquete, todos os participantes são convidados a se reunirem no salão de festas do forte.

Então Tivadar é escoltado até um quarto onde é preparado para uma solenidade. Suas vestes são trocadas pelas vestes da Ordem dos Cavaleiros Teutônicos.

Após ser devidamente trajado ele é escoltado por 6 Cavaleiros dois a sua frente um de cada lado e dois as suas costas.

Os dois cavaleiros que seguem a frente cada um trás consigo o estandarte da Ordem. Os que seguem ao seu lado acompanham com as espadas apresentadas. Enquanto os dois que o seguem trazem lanças.

No final do corredor, com seu traje Imperial, Frederico II aguarda o jovem cavaleiro.

Prostado a frente do Imperador, Tivadar, repete o juramento e é ordenado Cavaleiro da Sagrada Ordem Teutônica.

Quebrando todos os protocolos Frederico II após ordenar Tivadar faz um pequeno discurso.

- Senhores, senhoras, Cavaleiros, Lords. Aqui temos um Lord que acima de tudo um homem que nos ensina que com a doutrina cristã pode ser mudado o caráter de um homem. Não é segredo para a maioria dos senhores que era contra que Lord Tivadar fizesse parte de nossas fileiras. Porém os acontecimentos dos últimos meses que me foram revelados fizeram com que eu mudasse minha visão deste homem. Sir Willian - ao se referir desta maneira, pelo primeiro nome, todos na sala ficam impressionados com a atitude do Imperador - me ensinou que todo homem pode se redimir de suas atitudes vis. E com isso, me fez ver todo o cenário do poder da europa está corrompido. Então Senhores, Senhoras, Lordes, Cavaleiros, digo que para mim é uma honra ter consagrado este exemplo de nobreza e dos ideais da Cavalaria como um de nossos companheiros.

Ao terminar seu discurso Frederico II, mais uma vez quebra os protocolos e se aproxima de Tivadar, aperta sua mão e aproxima-se de sua orelha direita e sussura:

- Eu sei de tudo Haugen. E conto contigo. Conheci sei pai a muito tempo, olhe sua espada e reconhecerá o brasão que ele tanto honrou.


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

47 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Qui Jun 09, 2011 9:05 am

Giovanni

avatar
Admin
Admin
Um turbilhão de perguntas sem respostas passava pela cabeça de Tivadar.

Como o imperador o conhecia? O que havia acontecido naquela tarde? Onde esteve Frei Domenico? O imperador conheceu seu pai?

Com um sussuro que não queria sair pela boca, Tivadar responde:

"Honrarei o brasão da mesma forma que foi honrado pelo meu pai, senhor. Assim como honrarei a cruz negra que pousa sobre meu manto branco. Há muitas perguntas em minha cabeça sem resposta, creio que levarei tempo para obter todas as respostas. Honrarei a confiança que deposita em mim."

Tivadar aguarda as horarias terminarem e tenta se aproximar do Imperador para fazer algumas perguntas.

"Senhor, com licença..."


_________________
[]'s
Giovanni
http://darkages.umforum.net

48 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Qua Jun 15, 2011 7:51 am

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
- Diga Sir Willian. - responde Frederico dispensando os acompanhantes. Logo os dois homens ficam a sós

Tivadar se sente lisonjeado pela confiança, apesar de ter consciência da situação confortável do Imperador.
Vossa Majestade Imperial, gostaria de lhe perguntar sobre as coisas que me dissera no momento da nomeação. O senhor deixou várias perguntas acesas em minha cabeça quando falou sobre meu pai. O senhor o conheceu?

Sem demonstrar nenhuma alteração em seu rosto Frederico se volta para Tivadar e responde:
- Primeiro não precisa de tanta formalidade meu amigo, e sim... Haugen, era um homem de princípios e que não podia ser comprado por isso buscou as montanhas. Estive lá algumas vezes para buscar bons aconselhamentos quando ainda era um infante. Sior Haugen era um homem que não se encontra mais na corte.

- Meu pai lhe aconselhava? - Tivadar estava verdadeiramente surpreso - Há uma afirmação que me perturba um pouco. Sabes que eu não sou um nobre. Não tenho nome. E mesmo assim não me puniu, pelo contrário. Fizeste isso apenas em nome de meu pai? Eu entendo as complicações que isso pode implicar para ambos os lados e esperaria qualquer tipo de punição em função disso.

Frederico se aproxima de Tivadar e num tom que somente os dois pudessem ouvir e numa posição que não pudessem acompanhar o que falava conta:
- Vou contar-te um segredo, mas antes me responda uma pergunta: nunca pensou porque tamanha semelhança com Mac'Alister? Willian Mac'Allister foi o primeiro filho de dois que nasceram no mesmo dia. Porém a linhagem Mac'Allister não possui nenhum histórico de gêmeos nem mesmo na família da esposa de Mac'Allister. Naquele tempo, um jovem cavaleiro tinha encontros com a esposa do barão Mac'Allister seu nome era Haugen. Para proteger a mulher ele partiu da corte para longe levando consigo o segundo menino que nasceu. O manteve longe de tudo para que sua existencia não fosse descoberta e acabasse maculando a imagem da mulher que ele amava e pela vida das crianças que seriam mortas por serem fruto de adultério. Quando soube Willian Mac'Allister iria passar pelas montanhas onde Sior Haugen vivia, temi pelo pior e contratei assassinos para acabar com a vida dele. Pois com certeza se ele o encontrasse estaria perdida a memória de meu antigo tutor e amigo. Utilizando de minha influência pedi para o cardeal de paris que enviasse Frei Domenico um frade franciscano em desgraça com a igreja para que o encontrasse. Já calculando que ele encontraria o verdadeiro Mac'Allister morto e com o seu caráter subversivo planejasse o colocar no lugar de Willian.

Ele faz uma pausa se recompõe e conclui:
- Parece-me que tudo realmente saiu como eu esperava. Nós nos livramos de um canalha e a memória de seu pai e seus valores continuam vivos e retornaram para onde nunca deveriam ter deixado.

Completamente perplexo, Tivadar conclui:
- Senhor, fico extremamente honrado por ter depositado em mim tamanha confiança. Pelo que eu conheci e estudei sobre William Mac'Alister, acredito que ele não era um bom homem e não merecia ter o título que tinha, mas isso não cabe a mim decidir. Abracei a oportunidade que o Frei Domenico me deu por acreditar que era o certo.

Falando no Frei, Vossa Majestade Imperial tem notícias dele? Está sumido desde antes da minha nomeação.
- Nem mesmo o conheço. Então não saberia responder sua pergunta meu jovem. A reputação de Domenico o fez a melhor escolha.

- Compreendo. Algumas coisas fazem mais sentido em minha mente agora. Agradeço imensamente a confiança que depositou em mim sem ao menos me conhecer pessoalmente. Honrarei à ordem até o fim de meus dias, assim como honro a memória de meu pai. - Resigna-se Tivadar.

- Mais alguma dúvida jovem Mac'Allister? Vejo que sua senhora está a sua espera, e que Phillip por mais que ela se esquive não deixa de cercá-la.

- Não tenho mais nenhum assunto para tratar com Vossa Majestade Imperial por enquanto. Agradeço por ter me ouvido. Vou cuidar da minha senhora. Estarei sempre à vossa disposição meu lorde. - Despede-se Tivadar.

O Imperador acena com a cabeça para o jovem com o olhar que dizia conto com sua palavra.

-------------
Dezembro de 1219 - Norte da África - Egito
------------------


Tivadar seguia sozinho com seus homens para o cerco. A algumas semanas vira sua amada Rosália pela última vez. Fora a última vez que esteve em casa no porto Acre. Ela estava estranha naquela noite, seu corpo ardia em febre, a alguns meses ela havia dado a luz a um belo garotinho. Mas passou a sofrer destas febres que cada vez mais preocupava Tivadar. Frei Domenico, ficara para cuidar de Rosália e de seu filho enquanto ele partiria para a sua última batalha. Depois aceitaria o posto de Comandante no forte de Acre e não mais sairia para o combate, essa era a última vez como ele havia prometido a Rosália.

Porém nesta noite, os ventos começaram a soprar contra Tivadar. Ele recebera uma mensagem que informara que sua casa fora atacada e seu filho havia sido morto. Rosália estava ferida gravemente e estava sobre os cuidados de Frei Domenico.

Tudo tinha acontecido durante a noite. Dois homens invadiram a casa com o intuito de roubar a criança, conforme dizia o relato. Mas surpreendidos com a mãe a amamentar a criança eles a atacaram deixando-a caída com sangue a escorrer pelo corpo.

Na fuga com a criança foram surpreendidos pelos guardas que sem saber que levavam consigo a criança atacaram com flechas e lanças que transpassaram os corpos dos invasores e do jovem.

Frei Domenico ainda não havia chegado de suas orações quando tudo ocorreu. Mas desde que chegou passou a cuidar dos ferimentos de Rosália. E enviou a mensagem para o amigo.

Phillip tentava, desde que Austenberg nomeou Willian como seu Comandante Geral, destruir Willian. Tentou primeiro seduzir sua esposa, depois insurgir contra os homens de Willian. Tentou colocar a igreja contra o nobre. Todos movimentos em vão.

Então numa atitude desesperada contratou homens do Império Persa para que seqüestrassem o filho de seu inimigo que seria usado como moeda de troca pelo cargo de Comandante de Acre.

Tivadar tomado pela fúria retorna para Acre. Somente uma pessoa poderia cometer tal ataque, Phillip de Marselha. Com a bênção de Frederico II, que liderava todo o grupamento que seguia para o cerco a cidede do Cairo, dá a ordem de que os homens sigam Tivadar/Willian para o cerco ao forte de Phillip de Marselha.

Com esta ordem os cruzados que estavam sofrendo ataques dos egípcios perderiam a fortaleza no Egito e Frederico II seria excomungado pelo Papa Gregório IX.

Tivadar junto com as tropas de Frederico II chegam a fortaleza de Phillip lá fazem um cerco que causaria muitas baixas aos três exércitos.

Quando Tivadar/Frederico II conseguem abrir as defesas de Phillip um mar de sangue é iniciado. Nenhum homem, mulher ou criança é poupado do ataque dos soldados da aliança. Quando Phillip e Tivadar se põe frente a frente iniciasse um combate onde apenas um dos dois homens sairá vivo.

Tivadar mais é forte e conta com a sua criação como homem simples a seu favor. Os anos na mina e na forja lhe haviam dado músculos fortes e as batalhas que combatera lhe deram a experiência do combate.

Phillip por sua vez cresceu sendo treinado, e combatia apenas em torneios. Não possuia a mesma vivacidade de combate que Tivadar possuía. Ele era um aristocrata, não um guerreiro.

Todos sabiam que seria um massacre quando iniciasse o combate.

Enquanto isso em Acre, o corpo de Rosália é velado por Frei Domenico...


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

49 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Seg Jun 20, 2011 3:37 pm

Giovanni

avatar
Admin
Admin
-Lord Phillip, você deveria ter cogitado todas as possibilidades antes de ter feito o que fez. Seus atos o trouxeram aqui e por conta deles não irá mais sair.

-Matar meu filho e minha esposa não foi a melhor decisão que tomaste até hoje. Sinto asco em tua presença. Infelizmente meu sangue é quente demais para apenas ignorá-lo. Infelizmente minha dor não pode ser transferida para ti, nem conseguirei fazê-lo se arrepender tanto quanto eu gostaria.

-Mas sinto em lhe dizer que irá sofrer mais do que consegue imaginar nessa sua mente vil que maquinou a morte de dois inocentes como meio de tentar me atingir.

-Asco Lord Phillip. Asco.

Tivadar se vira de costas e ordena que um de seus guardas dê uma espada para Phillip.

-Não vou lutar contra alguém desarmado. - Diz Tivadar com um tom mais sombrio do que um homem pode jamais impor em sua voz.


_________________
[]'s
Giovanni
http://darkages.umforum.net

50 Re: Tivadar Haugen - O Cruzado em Ter Jun 21, 2011 7:50 am

AlexBarros

avatar
Admin
Admin
Phillip ouve as palavras de Tivadar e movido pelo ódio que sentia pelo inimigo inicia a maquinar uma forma de tirar-lhe do sério. Pensando que se Tivadar agisse por extinto ele teria alguma chance neste combate.

Um dos soldados, Gregory, joga uma espada para o nobre assim como seu lord houvera ordenado.

Phillip pega a espada no chão e parte para o ataque, aproveitando-se que Tivadar lhe voltara às costas. Neste momento Mihael Mircea, líder dos cavaleiros Teutônicos de Acre, que acompanhava as tropas de Frederico II se antecipa ao ataque de Phillip e apara o golpe desferido contra Tivadar.

Após o aparo ele chuta Phillip com a sola de sua bota jogando-o para trás. E diz:

- Ainda se diz um nobre? Atacando outro homem pelas costas? És um verme Phillip de Marselha. Sujas todo o nome de sua família e de seu povo. Sir Willian não baixe sua guarda por momento nenhum. Este verme não tem a honra dos cavaleiros. Porém vejo que levas consigo os valores da cavalaria. Agora entendo porque Vossa Majestade Imperial possui tanto apresso pela sua pessoa.

Mihael se afasta da área onde seria realizado o combate e diz:

- Que comece o combate, e que sejam respeitadas as leis da cavalaria. Independente de quem, o homem que estiver vivo ao final será considerado aquele que possuía a verdade de deus.

Ao passar por Tivadar ele murmura:

- Acabe logo com isso. Ele abaixa a guarda direita quando vai atacar e sempre inicia os ataques com um golpe descendente cruzado da esquerda para direita.


_________________
---
Aleph Rötgrafen


---
Oficial NWOD
http://wiki.white-wolf.com/worldofdarkness/index.php?title=Main_Page

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 3]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Tópicos similares

-

» Grande Biblioteca de Lena

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum